Tag

diretrizes

Desafios da liberdade criativa no projeto de iluminação, com Paulo Torniziello

By Eventos, Vídeo

Quais são os limites da liberdade criativa?
Acompanhe o passo a passo na prancheta do lighting designer habilitado pela “carta branca” da cliente para desenvolver inovação, beleza e funcionalidade no projeto luminotécnico de uma área gourmet.

SPOTLIGHTS:

– Disciplina na liberdade de criação;

– Concepção de inovações sob medida para as demandas do cliente;

– Aplicação da tecnologia de ponta a partir de métodos tradicionais de criação.

PALESTRANTE: Paulo Torniziello

Arquiteto e Lighting Designer;
Mestre em Sistema de Infraestrutura Urbana com ênfase em Iluminação Pública para Praças na Puc-Campinas;
Especialista em Iluminação e Design de Interiores, pela Universidade São Marcos – Instituto de Pós Graduação de Goiânia (IPOG).

Saiba mais

Webinar | Dimensionamento de projetos, com Cristhian Nascimento

By Eventos, Vídeo

Quais as atitudes indispensáveis para o LD, desde a captação de clientes até a entrega de projetos?
O fluxo “conquista do projeto X desenvolvimento X entrega” é retroalimentado pelas indicações de clientes satisfeitos que tiveram seus pensamentos traduzidos em luz por um competente lighting designer. Contudo, decifrar essas demandas dependem do emprego de técnicas que vão além do universo da luz.
A compreensão de anseios e necessidades, a previsão de demandas suprimidas, a apresentação inteligível entre outras questões, residem no “savoir faire” da iluminação que supera expectativas.
Cristhian Nascimento compartilha os pilares que solidificam sua trajetória. Arquiteto especialista em Iluminação, Acústica e Design de Interiores com mais de 300 projetos comerciais e residenciais desenvolvidos, apresenta o passo a passo que alia conhecimento técnico com argumentos de divulgação que amplificam a difusão dos resultados, consequentemente proporcionando o alcance de novos clientes.

Saiba mais

Webinar | Retrofit – requalificação na iluminação com Lúcia Pirró

By Eventos, Vídeo

Como aplicar os princípios da sustentabilidade em edifícios já construídos?
Retrofitar se tornou um verbo muito conjugado e necessário para um mundo preocupado com a sustentabilidade. A prática se utiliza das constantes pesquisas da arquitetura e inovações de passos largos da tecnologia para conquistar cada vez mais espaço e importância nos conceitos dos projetos.
Tão nobre quanto complexa, a tarefa envolve desde questões econômicas, passando pelo bem-estar do usuário, também pela eficiência energética e a correta análise de descarte e reaproveitamento. Dentro de cada questão, residem diversos parâmetros determinantes para que o conceito de retrofit seja legitimado.
Diante deste cenário, quais os parâmetros que a luminotecnia deve observar para amplificar os resultados econômicos e sustentáveis?
Como conciliar os edifícios já construídos com a sustentabilidade?
Quais as técnicas modernas que podem ser empregadas para o maior aproveitamento da luz natural?
Lúcia Pirró apresenta boas soluções para questões envolvidas no retrofit. LEED Accredited Professional desde 2007 e Doutora em Arquitetura, é professora do curso de Mestrado Profissional e do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, onde também coordena os Cursos de Especialização Lato Sensu em Lighting Design e Conforto e Saúde do Ambiente Construído. Tem larga experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Tecnologia, atuando principalmente como consultora nos seguintes temas: ambientes saudáveis, sustentabilidade, conforto ambiental (térmica, luz e acústica), consumo de energia, edifícios de escritórios, simulação computacional e eficiência energética.

Saiba mais

Webinar | A importância dos parâmetros técnicos na iluminação, com Juliana Iwashita, Eder Ferreira e David Aloi

By Eventos, Vídeo

Quanto a uniformização das métricas podem colaborar nos resultados luminotécnicos?

UGR, Fluxo Luminoso, IRC, R9, Flicker, Eficiência, Eficácia: algumas das informações corriqueiras no dia-a-dia dos profissionais de iluminação que nem sempre são informadas ou compreendidas da mesma maneira.

Entre o resultado final de um projeto de iluminação, seu dimensionamento e o desenvolvimento das luminárias, os diversos personagens envolvidos utilizam diferentes parâmetros para comunicarem as mesmas métricas, resultando em entregas muitas vezes, não condizentes com o inicialmente idealizado.

Observando o quanto o Lighting Design poderia evoluir com uma padronização, a Asbai (Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação) planejou Comissões de Estudo envolvendo profissionais de iluminação e indústria que em sinergia tem estabelecido os padrões que devem transformar o trabalho de todos os envolvidos na cadeia. Através de pesquisas, busca estabelecer uma linguagem comum de compreensão universal.

Quais os desafios dessa construção?
Qual a responsabilidade da indústria no fornecimento dessas informações?
Os parâmetros devem ser obrigatórios ou opcionais?
Como colaborar nesta construção que tanto cooperará nos resultados da nossa comunidade da iluminação?

Lighting Design e indústria se encontram para debater os aspectos desse projeto. Representados por Juliana Iwashita, Eder Ferreira e David Aloi, discutem os propósitos, desafios e evoluções de um estudo que deve padronizar os resultados da iluminação para a indústria e para os profissionais.
Participe dessa construção que escreve uma nova página no Lighting Design brasileiro.

Saiba mais

Rua Solange Aparecida Montan, 240
Polo Industrial – Itapevi – SP -Brasil

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

ACOMPANHE NOSSAS REDES